quinta-feira, 12 de março de 2009

Dia 29 de março, 3 horas da matina

Quinze minutos antes, 2:45, minha TV já estará ligada na Globo. Sabe pra que? Assistir Rubinho Barrichello largando no GP da Austrália no seu novo carro. E tem mais: se as coisas continuarem como estão, as chances dele estar na primeira fila são grandes. Vamos aos números: Após uma semana de testes com TODAS as equipes na pista o carro da Brawn GP pilotado pelo brasileiro foi quase 1 segundo mais rápido que o segundo colocado e 2 segundos mais rápido que Lewis Hamilton (oitavo lugar). Para quem não sabe, 1 segundo na F1 é uma eternidade!



Bom, é claro que os pessimistas estão fazendo todo tipo de previsão, dizendo que o carro está com ajustes que não serão válidos nas corridas oficiais no intuito de conseguir patrocínio, etc. Eu não acho que um sujeito inteligente como Ross Brawn (o dono da equipe) faria isso para correr o risco de dar um grande vexame na hora da corrida. Para quem não sabe e principalmente para quem não gosta do Rubinho, Brawn foi o principal estrategista que ajudou Michael Schumacher a conquistar sete títulos mundiais pelas equipes Benetton e Ferrari.

Como já deve ter percebido, sou fã do Rubinho e vou torcer para que os resultados de Barcelona sejam reais e que o coloquem onde ele merece, no pódio.

Se você gosta de F1, não deixe de assistir a este grande prêmio. Nele teremos a resposta sobre as reais condições do carro.


Dia da corrida: 29/03/2009
Horário do GP (de Brasília): 3h
Cidade/País: Melbourne/Austrália
Número de voltas: 58
Extensão do circuito: 5,303 km
Distância da prova: 307,574 km
Recorde da pista: 1min24s125, por M. Schumacher (2004)
GPs realizados no circuito até 2008: 13

3 comentários:

Luiz disse...

Fã de Rubinho não digo que eu seja, mas, finalmente, enxerguei o grande piloto que o cara é. Até mandei mensagem no site dele, parabenizando.
Acredito que o que não aconteceu pro Barrichelo foi oportunidade real e torço pra ele sair por cima, mostrando como ele realmente corre. Ele não é do tipo ousado, mas é rápido e inteligente bagarai. Tô contigo, Lamim.

Jack Bauer disse...

Pois é grande Luis, contra fatos não há argumentos. Quando o cara teve carro, na Ferrari, ele andou na frente. Ficou atrás do schummy por que esse realmente pilotava bem e por que a equipe MANDAVA ele ficar atrás, ou pelo rádio ou colocando pouca gasolina. Se derem um carro rápido pra ele (como parece ser o BGP001), andará na ponta, com os melhores.

Luiz disse...

Tem um número do Rubens que não sei se acho impressionante porque gosto da pista ou se porque não fui atento às transformações da F1 o suficiente pra perceber que quando ele marcou esse número a coisa era diferente, mas o 1:10:399 do Rubinho ainda é a volta mais rápida de Indianápolis.